5 razões para usar ecobag em sua rotina
Blog

5 razões para usar ecobag em sua rotina

Há alguns anos, a ecobag vem se popularizando no dia a dia das pessoas. Por isso separamos 5 razões para usar ecobag, Mas além de sua praticidade, essa sacola ecológica reflete uma questão muito importante nos dias de hoje: o uso do plástico. Afinal, esse elemento tão presente em todos os detalhes da nossa vida, pode trazer grandes danos ao meio ambiente. Dessa forma, usar ecobag em sua rotina é apenas um passo para colaborar para a sustentabilidade.

Mas, afinal, quão ruim o plástico comum pode ser? No artigo a seguir, veja por que usamos tanto esse material e o que ele causa no meio ambiente. Saiba também 5 razões para usar ecobag e como ela funciona como brinde personalizado. Boa leitura!

Como usar ecobags pode ajudar o meio ambiente

Antigamente, objetos de madeira, vidro, ferro e outros materiais, faziam parte de nosso cotidiano. Antes dos anos 50, por exemplo, o Brasil sequer sonhava com a facilidade do plástico. Porém, depois que esse material passou a ser usado, o dia a dia das pessoas foi transformado e é difícil pensar em nossa vida sem ele.

Diante disso, é complicado pensar que o plástico, sendo tão amplamente utilizado, possa ter consequências negativas para o meio ambiente. Porém, elas são reais e questionam cada vez mais o uso de uma das maiores e melhores invenções do século passado.

A origem do plástico

Para entender sua origem, é preciso compreender que ele não é um material natural. Ou seja, diferente da madeira, por exemplo, não está presente, na natureza, na forma como conhecemos. De fato, os primeiros testes para encontrar esse novo material, começou por volta do final do século XIX.

Nessa época, a ciência investia muito em pesquisas, para a descoberta de novas tecnologias e materiais. Foi então que inventores, como Alexander Parkes e John Wesley Hyatt, chegaram aos primeiros resultados do plástico, descobrindo a parkesina e a celuloide, respectivamente.

Anos depois, em 1909, Leo Hendrik Baekeland criou um material chamado baquelita, a primeira resina sintética. A partir daí, os estudos com plástico avançaram e muitos outros tipos foram criados, já na década de 1930:

  • silicone;
  • nylon;
  • poliéster;
  • PVC.

Com essa evolução

o plástico passou a ser utilizado nos mais diversos objetos, para substituir materiais antigos e facilitar seu uso; além de impulsionar novas indústrias, como foi o caso do mercado de música e vídeo, com discos de vinil. Devido a isso, o plástico conseguiu baratear muitos objetos e mudar a vida das pessoas.

No Brasil, o material foi amplamente utilizado na década de 1950, época em que passávamos a ter acesso à televisão e havia uma facilidade de compra, que buscava incentivar o consumo de bens não duráveis. Afinal, o plástico tinha características transformadoras:

  • maior durabilidade;
  • conservação de alimentos;
  • facilidade de produção;
  • transporte facilitado.

Para nós, parece algo simples. Mas na época, tudo isso era valorizado, pois tornava os custos mais baratos e deixava a vida das pessoas mais fácil. Por exemplo, no caso dos alimentos, em vez de ficarem guardados em embalagens de papel vulneráveis, com o plástico, ficavam preservados para o consumo posterior.

Como o plástico é feito

De forma geral, sua matéria-prima são as resinas, derivadas do petróleo. Dependendo de algumas características, podem ser divididos em dois tipos: os termoplásticos e os termorrígidos.

Na primeira classificação, sua estrutura química não é alterada ao ser manipulado. Por isso, caso entre novamente em processo de fundição, pode originar outro material. Devido a essa característica, são altamente recicláveis. Como exemplo, temos:

  • polipropileno;
  • poliestireno;
  • polietileno.

Já na segunda categoria, estão os plásticos rígidos. Esses não se fundem ao serem aquecidos e nem são recicláveis. Por exemplo:

  • baquelite;
  • poliuretano;
  • resina epoxi.

Basicamente, o processo para criar o plástico segue as seguintes etapas:

  • na destilação do petróleo, separa-se um composto chamado nafta;
  • disso, surgem petroquímicos básicos, como os propilenos;
  • depois de um refinamento, surgem os petroquímicos finos, como os polipropilenos.

O plástico no meio ambiente

É inegável que o plástico colaborou muito para a vida em sociedade. Com ele, a área da saúde ficou mais segura; os alimentos mais conservados e a construção civil mais facilitada, sem falar em vários outros produtos que consumimos diariamente. Porém, isso tem um preço.

Segundo estudo da revista Science Advances, de 2017, estima-se que desde a década de 1950, quando o plástico se popularizou, foram produzidas 8,9 bilhões de toneladas do material.

Desses, 6,3 bilhões teriam virado lixo, enquanto 2,6 bilhões ainda seriam utilizados. Além disso, a indústria do plástico continua a crescer. Ou seja, até 2030, a previsão é de que haverá 550 milhões de toneladas no planeta.

A grande questão é que as mesmas características que tornam o plástico tão bom, também contribuem para que ele seja altamente prejudicial ao meio ambiente. Dependendo do tipo, ele pode levar de 100 a 400 anos para desaparecer da natureza. Ou seja, todo o plástico produzido desde o início no mundo e jogado fora, provavelmente, ainda está se decompondo.

Além disso, o maior problema está na forma de descarte. Em nosso dia a dia, muitos produtos que usamos têm pouca vida útil e são descartados logo. É só pensar, por exemplo, no que você faz com todas aquelas embalagens de fast food para viagem.

A grande questão é que, ou por dúvida ou falta de conscientização, muitas pessoas acabam destinando os mais diversos tipos de plástico diretamente para o lixo, ou pior, jogando-os diretamente na natureza.

No mar

Por exemplo, o plástico já é conhecido por formar grandes manchas de lixo, que circulam por nossos oceanos e que tendem a aumentar. Elas são responsáveis não só por contaminações, mas também por oferecer riscos à vida marinha. Um dos casos mais famosos, por exemplo, foi o vídeo da tartaruga marinha resgatada com um canudo plástico em sua narina, gravado em 2015 e popularizado em 2017.

A partir desse acontecimento, surgiu um grande debate sobre o uso de canudos de plástico, o que levou a uma grande campanha para aboli-los mundialmente. Hoje, no Brasil, são vários os estados onde esse objeto é proibido, sendo substituído por alternativas biodegradáveis, como o papel, ou reutilizáveis, como o canudo de metal.

Apesar dessa importante iniciativa, os dados mostram que ainda estamos longe de ter uma plena conscientização ambiental. Segundo o Ibope, em 2018, 75% da população não separava materiais recicláveis do lixo comum. Por isso, seguir a meta de reduzir, reutilizar e reciclar é ainda mais desafiadora.

Para isso, seria necessário não só a reciclagem, mas um novo pensamento sobre os hábitos de consumo. Ou seja, diminuir o consumo do plástico e reutilizar os já existentes. Dessa forma, não só a preservação da fauna e flora melhorariam, mas questões de saúde pública também seriam influenciadas. Por exemplo, a disseminação de doenças como a dengue, proliferada devido à reprodução do mosquito em água parada, geralmente em embalagens plásticas.

Felizmente, algumas iniciativas se tornam cada vez mais populares. Uma delas é usar ecobag em substituição às sacolinhas plásticas.

As vantagens da ecobag

Para entender a grande importância de usar ecobag, é preciso compreender por que a sacola plástica pode ser um problema.

Além do grande tempo de degradação do plástico e seu risco à fauna, como vimos, as opções de novos plásticos ainda não são exatamente confiáveis. Esses novos modelos biodegradáveis, surgiram há alguns anos, e são produzidos a partir de fontes renováveis. Porém, ainda proporcionam dúvidas sobre sua sustentabilidade.

As vantagens da ecobag

Segundo a National Geographic, um estudo de 2015, conduzido pelo biólogo marinho, Richard Thompson, na Inglaterra, testou diversas sacolas denominadas “biodegradáveis” ou “oxibiodegradáveis”. Depois de três anos enterradas, deixadas ao ar livre ou na água, nenhum dos cinco tipos de sacola usados na pesquisa, teve decomposição completa, a ponto de apresentar vantagens ambientais. Inclusive, algumas ainda aguentavam peso e demonstravam pouquíssima alteração.

Diante disso, o estudo aponta que a reutilização talvez seja uma alternativa melhor, do que o investimento em materiais que deveriam se degradar e que, nesse processo, podem até prejudicar mais o meio ambiente. Nesse sentido, optar pela ecobag é uma forma de diminuir o consumo do plástico e reutilizar uma única sacola, durante anos.

5 razões para usar ecobag em sua rotina

Para alcançar as metas sustentáveis que a Agenda 2030 pretende para o meio ambiente, é preciso que cada um faça a sua parte. Por isso, usar ecobag em sua rotina pode ser uma importante ação. Veja a seguir 5 razões para usá-la sempre.

1. Sustentabilidade

O termo “sustentabilidade” está relacionado aos conceitos de apoio e preservação. Geralmente o associamos apenas à natureza, por meio de ações como reciclagem e não jogar lixo na rua. Contudo, esse conceito é bem mais amplo.

Na verdade, viver em um mundo sustentável envolve aspectos, inclusive, sociais. Por exemplo:

  • a preservação da natureza;
  • o uso responsável de recursos, como água e energia;
  • o desenvolvimento econômico em harmonia com o planeta;
  • a busca de novas soluções para um estilo de vida melhor;
  • a garantia de recursos para as gerações futuras.

Dessa forma, ter hábitos que colaborem com a sustentabilidade, envolve as mais diversas práticas. Além da reciclagem, por exemplo, você pode:

  • economizar energia;
  • diminuir o consumo de bens;
  • reutilizar objetos;
  • comprar produtos mais saudáveis;
  • colaborar com outras pessoas no uso de recursos.

Além disso, ações do dia a dia, como usar ecobag, é uma importante forma de colaborar. Só pelo fato de você não pegar as sacolas comuns, já significa um acréscimo positivo. Além disso, inconscientemente, você também se torna um exemplo de novos hábitos que, adotados por mais pessoas, pode levar a um melhor resultado para o planeta.

2. Economia

O uso das sacolinhas plásticas passou por diversos debates ao longo dos anos. Em alguns estabelecimentos, foi até cogitado a cobrança, dependendo do lugar. Já em outros, como mercados de atacado, elas não são fornecidas e, algumas sacolas maiores, são vendidas. Dessa forma, usar a ecobag também é um meio de economizar dinheiro.

É claro que isso dependerá de seus hábitos. Porém, no exemplo do atacado, se você quer aproveitar grandes descontos, pode acabar tendo a necessidade de comprar sacolas. Ou seja, poderia não valer a pena. Já se você levar a sua própria sacola ecológica, poderá comprar produtos com descontos e não gastar nada mais para levá-los para casa.

Outros dois fatores que é possível economizar são o tempo e espaço. O tempo porque, se você pensar em uma compra grande, com várias sacolinhas, precisará organizá-las ou descartá-las em algum lugar.

Nesse sentido, isso também interfere no espaço. Pois, se você somar todas as compras de um ano em mercado, você terá um punhado de sacolas; sem contar, as sacolas de lojas e outros estabelecimentos, como farmácias e padarias.

3. Praticidade

A praticidade é uma das maiores vantagens ao usar ecobag. Com ela, você pode atender aos mais diversos compromissos do dia, sem precisar pensar em outras bolsas. Por exemplo, ela pode ser adequada tanto para ir à faculdade de manhã, quanto ao estágio à tarde e a um jantar com amigos de noite. Ou seja, ela ajuda a facilitar o seu dia a dia.

Independentemente de qual seja, por ser maleável, você consegue guardá-la em qualquer lugar — inclusive no bolso.

Outro ponto a favor da ecobag é a sua leveza e design. Por isso, mesmo que você a carregue com outra bolsa, pode ajustá-la sem problemas no ombro, braços ou costas. Assim, não se sobrecarrega e consegue realizar suas atividades.

4. Variedade

A variedade é outra grande característica da ecobag. Nesse sentido, ela se aplica de diversas formas: tamanho, modelo e usos.

  • Produto mais quadrado, de alças curtas, para ser carregado na mão ou ao ombro.
  • Modelo mais retangular, de alças largas, ideal para supermercado ou vários itens.
  • Modelo mochila, com alças curtas ou ajustáveis, ideal para escola, trabalho e viagens.

No caso do modelo, além dos formatos, a ecobag está disponível em diferentes materiais. Você pode encontrá-la feita de TNT ou algodão, além de feltro, por exemplo. Outro fator são as cores e estampas, que a tornam um item neutro. Seja por meio de estampas ou sua própria personalização com canetas, você pode conseguir uma peça única.

Por fim, usar ecobag é possível nos mais diversos locais e situações.

  • No trabalho, seja para levar almoço ou como bolsa.
  • Na faculdade, para carregar materiais e livros.
  • No shopping, em passeios informais.
  • Em uma viagem, como mala ou como bolsa de passeio.
  • No supermercado, feiras e padarias.
  • Em passeios pela cidade e encontros com amigos.
  • Em restaurantes informais.

5. Comprometimento

Uma das razões mais importantes para adotar práticas sustentáveis, como usar ecobag, é o comprometimento. Nesse sentido, pequenas ações diárias, que se tornam hábitos, acabam fazendo uma grande diferença, se seguidas durante anos.

Pensando em larga escala, se todas as pessoas e empresas adotarem boas práticas e se comprometeram com a causa, no futuro, será possível reverter alguns problemas que vivemos hoje e que, de outra forma, se tornarão piores para nós e para as próximas gerações. Dessa forma, indiretamente, você pode colaborar para que não ocorra disputa por água, falta de energia em sua casa ou depósitos de lixo irregulares e, consequentemente, doenças em sua cidade.

Dicas de como usar ecobag como brinde personalizado

Como vimos, usar ecobag traz vários benefícios a curto e longo prazo, para você e para a sociedade. Porém, não é somente pessoas comuns que devem se preocupar com isso. Empresas e organizações também têm papel fundamental, tanto em seguir boas práticas, como apoiar projetos e ser exemplos. Assim, uma das formas de fazer isso, é usando a ecobag como brinde personalizado.

Eventos sociais

São diversos os eventos em que é possível utilizar um brinde personalizado. Por exemplo, se sua empresa vai participar de um evento da cidade, que reúne diversas organizações, a ecobag pode ser um brinde diferente, para que as pessoas usem na ocasião, e posteriormente em seu dia a dia.

Nela, você pode trabalhar com outros itens e também criar kits. Como esse tipo de evento pode ter um grande fluxo de pessoas, você pode usar modelos de ecobag em tecidos mais simples, como o TNT. Por exemplo, no comércio.

Mas se o evento for seu e tiver um caráter mais particular, é possível trabalhar com materiais mais elaborados. Por exemplo, em um treinamento para colaboradores, você pode fazer uso da ecobag de algodão, para criar uma peça mais durável. Além disso, combiná-la com itens como squeeze, caneta e pen drive, também ajuda a formar um kit mais completo e valorizado.

Datas especiais

As datas especiais sempre são uma boa oportunidade para se aproximar de colaboradores e clientes. Dessa forma a ecobag também pode fazer parte do brinde personalizado, apresentando um bom custo benefício.

Por exemplo, no Dia das Mães, você pode usar uma ecobag com um modelo parecido ao de uma bolsa e um design bonito, para que essa mãe use a peça em situações variadas do dia a dia, inclusive em passeios. Para isso, é possível utilizar, por exemplo, uma ecobag de juta ou algodão, combinada com necessaire e kit de banho.

Já se o evento for de final de ano, em uma comemoração informal da empresa, tudo dependerá do orçamento disponível e da quantidade de funcionários. Se forem poucos, vale a pena investir em uma ecobag mais elaborada ou mochila, para que o colaborador possa usar em viagens de férias, por exemplo. Com ela, é possível combinar os mais diversos itens, como:

Mas, se a empresa tiver muitos funcionários e não for possível investir tanto no brinde personalizado, a ecobag de algodão ou TNT, junto com itens mais simples, pode ser uma combinação melhor. Você pode usá-la com:

Brindes empresariais

Muitas empresas têm sócios, acionistas e colaboradores. Por isso, o brinde personalizado sempre é uma forma de manter o relacionamento e demonstrar apreço a essas pessoas. Sendo assim, a ecobag também é uma boa ideia para uma ação.

No caso de uma reunião, palestra exclusiva, fechamento de negócio ou evento formal pelo aniversário da empresa, o brinde personalizado deve seguir padrões mais sofisticados. Dessa forma, você pode investir em uma ecobag de tecido mais nobre, com um design personalizado.

Aqui, é importante ter atenção aos elementos, como cores e símbolos. Além disso, é importante optar por brindes que combinem com a ocasião:

Já para um evento menos formal, como o aniversário do sócio ou acionista, o brinde personalizado pode dar mais a ideia de presente. Sendo assim, além da ecobag, você pode usar outros itens personalizados com o logo da empresa e, até o nome da pessoa. Por exemplo:

Congressos e Feiras

Congressos e feiras são uma forma da empresa se destacar em seu ramo, especialmente no mundo B2B. Essa é uma oportunidade de negócios ou de estabelecer a sua marca entre possíveis clientes e concorrentes. Dessa forma, sempre é interessante participar desses eventos.

Se você está presente com um espaço nesses eventos, o brinde personalizado é fundamental para ser lembrado. Por isso, você pode usar a ecobag para entregar algum material sobre sua empresa ou algum produto novo que está apresentando. Além disso, se quiser, pode complementar com mais algum brinde, como canetas ou pen drives.

Nesse sentido, é importante personalizar o material conforme o seu objetivo. No caso do produto novo, é interessante que o material e a ecobag possam fazer alguma referência a ele. Você pode usar frases ou imagens, e assim, mantê-lo na mente das pessoas para que se interessem por ele.

Já se o evento for organizado por você, é possível adaptar a ecobag conforme o público. Por exemplo, se as pessoas pagaram ingresso, é preciso investir em um modelo interessante e durável de ecobag, além de ser possível trabalhar com outros itens, como a camiseta do evento.

Patrocínios

É comum que muitas empresas também invistam em patrocínio de diferentes formas. Seja para um projeto estudantil, um time da cidade ou um curso. Por isso, a ecobag também é uma boa opção para que esses participantes também divulguem a sua marca.

No caso dos times, você pode combinar o patrocínio financeiro ou de materiais, com brindes como a ecobag, camisetas, viseiras e bolas. Já no caso de um curso, a ecobag também pode ser útil. Afinal, a pessoa que participar da formação, poderá usar a peça e divulgar não só o projeto, mas sua empresa, para outras pessoas.

Por exemplo, se você é uma marca de cosméticos e vai fazer uma parceria com um salão de beleza, para oferecer cursos de corte de cabelo, tintura e outros processos, é possível usar o brinde personalizado de diferentes formas.

Com uma ecobag personalizada para o mundo da beleza, e com cores que a tornem uma peça bonita para o dia a dia, você pode combinar o material do curso; um caderno e caneta para anotações; além de squeeze e algum produto de beleza da sua marca.

Dessa forma, as participantes terão a oportunidade de reconhecer sua empresa como uma marca séria, envolvida em projetos de formação, além de poderem testar os seus produtos.

Lojas e produtos

Como a ecobag tem tudo a ver com sustentabilidade, nada melhor do que demonstrar seu engajamento, por meio de produtos e do próprio funcionamento do estabelecimento.

Por exemplo, se você tem uma loja, pode usar ecobags de TNT, como sacolas. Além de poder personalizá-la conforme a sua identidade, você pode trabalhar com tamanhos pequenos e médios, dependendo do produto que vende, e estampar um logo e sua marca. Assim, as pessoas podem reutilizar a sacola mais vezes e ajudar na divulgação.

Já como produto, a ecobag também funciona. Mesmo que o seu foco não seja o ramo de produtos ecológicos, você pode criar ecobags de algodão, ou outro tecido, com sua marca e vendê-las como produto, para o cliente que quiser levar o modelo.

Nesse sentido, é interessante fazer frases criativas, trabalhar formas e cores, e pensar na peça, tanto como ecobag funcional, quanto como divulgadora da sustentabilidade.

O plástico é uma das maiores e melhores invenções do século XX. Porém, apesar de existirem muitas pesquisas e alternativas em sua produção, ele continua sendo um problema ambiental.

Especialmente pelo descarte errado, esse material pode causar muitos danos à fauna e flora. Sendo assim, adotar práticas mais sustentáveis, como usar ecobag, é uma forma de colaborar para o planeta. Além disso, não só pessoas, mas também empresas, podem fazer isso, por meio do brinde personalizado.

Gostou do artigo? Conheça mais brindes ecológicos que você pode usar em sua empresa!

Comentários

Nenhum comentário

Deixe o seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat